domingo, 12 de agosto de 2012

..:: Sobre orgulho e exemplo ::..


Me orgulho muito de carregar o "Menezes" comigo. Não à toa adotei-o na assinatura do meu alter-ego literário (e os íntimos sabem que sobrenome é o que não me falta no RG). Herança de meu pai, Francisco Menezes, que ganhou o sobrenome de seu pai, Sargento Menezes, que, por sua vez, trazia consigo o sobrenome de seu pai, Júlio César, o bisavô.

Essa é só uma das heranças recebidas do meu pai. Dele também herdei um riso inconfundível, uma suave melancolia no olhar e o gosto pela escrita, no qual sou apenas um aprendiz.

Ainda bem que ainda tenho muito tempo pela frente para aprender com meu pai as qualidades necessárias para ser uma pessoa melhor. Solidário com todos e pacifista como poucos, "Tio" Chico é exemplo para mim. E, com ele, preciso aprender a amar mais, a me doar mais, a compreender mais, a perdoar mais, a acolher mais - mesmo que a acolhida não venha quando eu precisar.

Bom que ainda há tempo para aprender com ele. Bom que a vida nos deu uma segunda chance de ser pai e filho. Bom que estamos tendo a chance de reconstruir laços desfeitos, refazer caminhos perdidos nos atalhos da vida, reescrever histórias, e, principalmente, a nossa história. Bom ser filho de Francisco. Bom ser Menezes. 

E quando a quinta geração dos Menezes chegar por aqui, que eu possa ser também exemplo e mestre para ele, como meu pai é para mim.

Feliz dia dos pais, Francisco.

Com amor,
JC MENEZES, seu primogênito.

2 comentários:

Raquel Callado disse...

Q lindo amigo, tb acredito q nunca e tarde p renconciliacoes com quem a gente ama. Q bom q vcs estao tendo essa oportunidade, e q vcs tenham se permitido dar uma chance ao amor. Qd vc for papai vai entender ainda mais como e esse amor de pai, como ele e insubstituivel...

Raquel Callado disse...

Q lindo amigo, tb acredito q nunca e tarde p renconciliacoes com quem a gente ama. Q bom q vcs estao tendo essa oportunidade, e q vcs tenham se permitido dar uma chance ao amor. Qd vc for papai vai entender ainda mais como e esse amor de pai, como ele e insubstituivel...

Postar um comentário

..:: COMENTE ::..